◤ Dia 1: Providência, Santiago

Chegamos em Santiago dia 11 de novembro, 4:30h da madrugada (acabadas, destruídas kkkk), só saímos do aeroporto 5 da manhã (pegar mala, blablabla)! Dormimos até 11h para recarregar a energia (ou parte dela) e aí partimos pra nossa vida de turistas.

Para o primeiro dia não programei nenhum passeio e recomendo a você o mesmo. Você vai ter coisas pra resolver: dinheiro pra trocar, comprar chip de telefone, se habituar ao lugar novo… Ficar estressado porque tem que fazer tudo correndo pra não perder aqueeeele passeio não é legal. Apenas curta seu dia como um morador local!


lampada icon.pngPra cada dia vou fazer a mesma coisa: marcar no My Maps tudo que eu fiz (ou que lembrar). Por exemplo, marquei para o dia da chegada as coisas básicas para sobrevivência: supermercado, casa de câmbio, metrô mais próximo (Los Leones), e um único ponto turístico (porque era bem pertinho do meu apartamento). Tem a rota do aeroporto até o apartamento pra você não ficar totalmente sem noção tempo-espaço. E em cada ponto marcado tem as dicas específicas (só dar zoom). Tudo mastigadinho! 


 

A primeira coisa que fiz foi trocar parte dos meus reais na Câmbios Santiago (ler mais aqui). Bem pertinho do hotel e o caminho é seguro. O legal que dá pra ver o tanto de opção de restaurante, loja, fast food, farmácia que tem ao redor. Deixamos parte do dinheiro no apart e fomos terminar nossa parte “burocrática” – e divertida kkkk.

Caminhando sem rumo, paramos – totalmente por acaso – de cara com o Rio Mapocho! E aí fomos visitar o Parque de Las Esculturas que fica ao lado (veja a história do lugar no My Maps)! O lugar é bem arborizado (Santiago é uma cidade quase verde! ♡ ), e tem inúmeras esculturas interessantes, cada uma com uma plaquinha informativa. Muita gente sentada na grama conversando, lendo, almoçando… Conversamos com algumas pessoas, admiramos o lugar com calma. E seguimos adiante!

20161111_132757.jpg
Parque de Las Esculturas, novembro 2016
kfc
imagem ilustrativa

Paramos pra almoçar no KFC (Kentucky Fried Chicken) de Santiago. Essa é uma rede de fast-food estadunidense que tem como especialidade o frango frito. Queríamos experimentar (são somos nada gourmet kkk). Pedimos um box pra cada (1 era mais que o suficiente!). Veio um sanduíche com frango frito, batatas fritas, empanadas chilenas e 500ml de Pepsi / Pap (esse é um refri de lá, tem gosto de chiclete líquido: muuuuuito doce). Custou $4.190/cada box e estava muito bom (pena que não consegui comer tudo)!


icon-micoNão se assuste, praticamente todo sanduíche que você pede no Chile vem com uma pasta de abacate salgado. Na primeira mordida achei estranho, na segunda achei muito saboroso. Eles não tem o costume de tirar um ingrediente da receita, mas se você pode tentar pedir pra eles não colocarem. Em portuñol: Me gustaria un sandwich sin palta, gracias!


No metrô Los Leones fomos ao guichê, pedi a senhora uma tarjeta BIP (ler mais aqui) e fiz uma carga de $3.500 pra não ter que voltar lá tão cedo. Pertinho do Metrô fica o famoso Restaurante Giratório.


eat-flat-1.png

O Giratório é famoso entre os turistas: os chilenos não curtem muito. A graça desse restaurante é que ele gira 360º e você consegue ver a cidade ao redor. Em relação a comida, as críticas dizem que nem é fantástica, nem é horrível (mas tem um preço um pouco salgado pra o que oferece). Alguns consideram esse restaurante um famoso ponto “pega turista”. Preferimos ir em outros lugares. Se você for, depois me conta se foi bom!


Veio a saga atrás de um chip pré-pago. Ninguém sabia informar onde eu podia comprar um, nem dizer qual era o melhor para uso somente de dados móveis. Até que achei um bom vendedor na Falabella que me orientou a operadora WOM e me explicou tudo direitinho (clique aqui). Fui então ao Costanera Center resolver isso e comprar o restante das coisas.

20161111_150458

 O Costanera Center estava em clima natalino. Eu e minha irmã – apesar de não termos espírito consumista -, ficamos hipnotizadas com o tamanho do lugar. Andamos tanto! Entramos em váárias lojas (cada papelaria mais linda que  a outra ♡ ). Sabe criança em parque de diversão? Pronto! kkkk.

Achamos o chip e, depois de passear tudo que podíamos, fomos ao Jumbo fazer nossas comprinhas! Essas compras no Jumbo merecem um post a parte, porque além da água (clique aqui para saber mais), aproveitamos pra levar alguns souvenirs.

Um passeio que não fizemos foi a ida ao Sky Costanera, porque estávamos exaustas, e nos outros dias sempre teve algo que julgamos ser mais interessante.


lampada-iconO Sky Costanera é um mirante que fica nesse prédio – considerado o mais alto da America Latina (300 metros). Paga pra subir (uma média  de R$25.00). Você tem uma vista 360° da cidade de Santiago. Fica aberto os 7 dias da semana, de 10:00 às 22:ooh (última subida no elevador às 21:00h). Pelas fotos a vista é realmente incrível. (Não fui, mas todos recomendam). 


Dentro do prédio do Costanera, mas sem ser na parte do shopping (difícil explicar kkkk), fica o Hard Rock Café. Tinha programação de show pra aquele dia (ebaaa). Começava às 22:30h, mas como não tem reserva o cara de lá orientou a gente chegar 21:30h. Saímos do shopping bem tarde achando que era dia (o sol pregava essa peça direto), tomamos banho, e voltamos caminhando pro Costanera pra jantar feat. ouvir música.

Como esse post já está gigantesco falo do Hard Rock depois: com preços e tudo mais!

20161111_225326 (1).jpg

Gostou? Deixe aqui seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s